segunda-feira , junho 26 2017
Home / Noticias / Deliberações do 25º Congresso Sindicato Comerciário do Estado de São Paulo

Deliberações do 25º Congresso Sindicato Comerciário do Estado de São Paulo

Deliberações do 25º Congresso Sindicato Comerciário do Estado de São Paulo

A Comissão Organizadora do 25º Congresso Sindical Comerciário do Estado de São Paulo submeteu à plenária propostas aprovadas por unanimidade, e que agora vão compor as Deliberações do mencionado evento em toda a base territorial dos 69 Sindicatos Filiados à Fecomerciários.

Os encaminhamentos propostos tiveram como origem as palestras, seguidas de debates, ministradas por renomados especialistas, dias 6 e 7 de outubro de 2016, em Mogi das Cruzes, em torno do tema “Unidos por Emprego, Salário e Direitos”.

São elas:

Reafirmar nossa UNIDADE DE AÇÃO, acompanhada por iniciativas de geração de conteúdo, que aprimorem nosso conhecimento acerca das medidas governamentais e empresariais que estimulam as chamadas práticas antissindicais.

Esta geração de conhecimento precisa trazer em si a capacidade de potencializar nosso enfrentamento ante as iniciativas contrárias aos interesses dos trabalhadores e que, também, procuram enfraquecer o movimento sindical.

É o que se constata, por exemplo, nas propostas de alteração nos critérios do custeio, sem a devida discussão com as entidades sindicais.

Nossa união, igualmente, deve ser seguida por estudos aprofundados, e intensificada por nós como reforço ao combate às pautas antitrabalhistas, em curso no Congresso Nacional.

Atenção especial tem de ser dada à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, tratada como “PEC do Congelamento”.

Ter maior clareza das questões políticas, do mesmo modo, passa a constar nas diretrizes unitárias. Estas vão nortear as atividades do sindicalismo paulista, mas com um caráter mais emergencial, a partir do encerramento deste Congresso.

A reação aos ataques aos direitos e aos Sindicatos é urgente.

Por isso, as Deliberações aqui aprovadas serão colocadas em prática imediatamente!

A ampliação desta consciência política deve contar com realizações de eventos, similares ao 25º Congresso, mas com abrangência nacional.

Sendo assim, indicam-se suas realizações à União Geral dos Trabalhadores (UGT) e à Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC).

Da mesma forma, serão motivados debates locais junto as 12 Regionais da Fecomerciários instaladas no Estado.

A reação do sindicalismo comerciário, a começar pelo paulista, precisa ter como princípio (e efetiva realização), a atitude de transformar nossa indignação em ação contra toda e qualquer forma de ameaça ou precarização dos direitos trabalhistas (como o fim da CLT, entre outros) e a desumana Reforma Previdenciária, bem como a pretendida asfixia do movimento sindical.

Estas e outras investidas abordadas por nós, aqui no 25º Congresso, têm como objetivo impedir o fortalecimento da nossa rede de proteção ao trabalhador.

Isso, nós não vamos permitir!

Estas novas jornadas se darão num ambiente de crises nacionais enfrentadas pelo Brasil hoje.

As Reformas têm a franca intenção de passar para o trabalhador o ônus de uma situação econômica dramática que não foi criada por ele.

Observamos, nesta conjuntura, que a comunicação das entidades sindicais precisa ser redefinida e, verdadeiramente, atuar como instrumento de luta, para informar e formar os trabalhadores.

O combate às Reformas Trabalhista, Sindical e Previdenciária ganha musculatura com quadros de dirigentes e trabalhadores mais conscientes, inclusive em relação aos ajustes que se fazem necessários junto ao próprio sindicalismo, como vimos na palestra sobre “Autorregulamentação Sindical”.

Entendemos que ao tema central do 25º Congresso, quando este estiver sendo executado na prática, devem ser inseridos mais dois termos.

São eles: Mobilização e Informação por que: “Unidos, Mobilizados e Informados”, nossa luta por “Emprego, Salário e Direitos”, certamente, vai avançar em toda a base comerciária do Estado de São Paulo e também em todo o Brasil.

Isso, porque somos COMERCIÁRIOS e, como muito bem frisou o presidente Motta em seu discurso de abertura

OS COMERCIÁRIOS NUNCA DESISTEM!

Mogi das Cruzes, 7 de outubro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>